Pós Mastectomia

Demorei, mas cheguei. E agora, cheguei despeitado!

UHUL

To nessa batalha contra a vida e o mundo, sendo homem trans a longos 6 anos. E desde que fiz 18 espero ansiosamente pela mastectomia. A incrível cirurgia que vai masculinizar nossos corpos biologicamente XX. Para quem vê de fora, a TOP Surgery como é conhecida, é o passo para se tornar homem de verdade. A maioria dos garotos trans realmente não é mais lido/visto como mulher pela sociedade após essa intervenção cirúrgica. Bem, na real, ninguém precisa retirar nada para se sentir pertencente a um gênero. Se você está confortável com seu corpo, apenas siga sua vida assim. Mas as mamas geralmente impedem os FTM de levar a vida de qualquer garoto comum, claro, além do incômodo psicológico.

Existem vários meios de tirar as mamas. Já temos um post no blog com os vários tipos de métodos cirúrgicos (Link).Esse procedimento pode ser feito pelo serviço público e privado. No serviço público, o candidato entra na lista de espera após dois anos de tratamento psicológico, e já tendo começado a reposição hormonal, e com todos os devidos laudos mentais. Claro, existem variações do serviço SUS (Serviço Único de Saúde) e usuários que acabam se beneficiando e não passando por tais empecilhos. Mas no geral, ocorrem dessa maneira as operações (Link). Aqui em Pernambuco, existe o Hospital das Clínicas que mantêm um serviço de atendimento completo a pessoas trans, embora nos últimos meses a fila de espera tenha crescido, vale a pena. O serviço é integrado, e conta com especialistas de áreas específicas, psicologia, endocrinologia, clínica geral, mastologista, urologista etc. Pelo serviço privado é só fazer os exames e marcar uma data. A uns anos era exigido um laudo psicológico, liberando o indivíduo para esse procedimento, dizendo que o mesmo estaria com total lucidez de seus atos. Pessoalmente tive muitos problemas, pois os médicos do meu estado duvidavam da legalidade do procedimento. Desde 2007 não é mais visto pela medicina, os procedimentos cirúrgicos em corpos trans casos de mutilação, sendo a Resolução do Conselho Federal de Medicina, CFM nº 1.955/2010 sendo alterada e publicada no D.O.U. de 3 de setembro de 2010, Seção I, p. 109-10. (Link). Naturalmente, preconceitos pessoais, receios e falta de informação, fazem a cirurgia de mastectomia para homem trans, restrita a alguns profissionais.

Me aproveitei dessa ocasião especial, para voltar com o programa TtransBoy no Youtube YEAH ! Sendo o primeiro vídeo, TUDO SOBRE MINHA MASTECTOMIA, onde pretendo fazer a parte 2 em breve, com peitinhos a amostra! Seria um grande prazer, ter vocês assistindo e se inscrevendo no meu canal “Be time Gui”. Essa cirurgia foi um grande momento para mim, pareceu uma libertação das garras de um gênero, com o qual não consigo enxergar sendo aplicado na minha vida.

Segue então o primeiro vídeo do  canal:

=)

2 Respostas para “Pós Mastectomia

  1. Acho mais dificil você conseguir pelo SUS sem ser uma pessoa trans, mas conversa com seu psicologo e tenta entender isso. Qualquer coisa mete a cara e tenta, se e incomoda corra atrás para mudar isso. Se nada der certo, tenta um particular. O importante é ser feliz com seu corpo !

  2. eu nao chego a ser transgenero, mas isso é algo que me incomoda imensamente no meu psicologico, sabe se o serviço do sus pode atender meu requisito?

Deixe sua resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s